Testes automatizados: um diferencial para o projeto

Tempo é dinheiro, e quando o assunto são projetos tecnológicos sabemos que isso ganha ainda mais importância

Você sabia que existe uma funcionalidade que consegue otimizar até 300% do tempo de produção do seu projeto? Pois é exatamente isso que Murillo Roza, Quality Assurance Leader da Smarkio Brasil, garante. Com brilho nos olhos, o QA contou sobre as maravilhas dos testes automatizados e como eles podem aperfeiçoar o desenvolvimento de assistentes virtuais.

A automação de testes conquistou seu espaço no mundo dos projetos ágeis porque, além do ganho de tempo descomunal, ela traz mais confiabilidade, eficiência, eficácia e ainda gera documentações e vídeos detalhados sobre cada etapa.

Aqui na Smarkio prezamos pela agilidade nas entregas dos projetos e para isso utilizamos a metodologia Scrum, dividindo os projetos em pequenas entregas de, em média, quinze dias chamadas Sprints. Esse processo demanda, da equipe, uma alta velocidade de resposta e produção.

Os testes automatizados vem para otimizar a verificação e correção das funcionalidades desenvolvidas durante a sprint, e por meio destes os profissionais de QA detectam possíveis falhas de desenvolvimento, erros de fraseologia e lógica que podem gerar retrabalho.

Murillo explica que no time de QA da Smarkio todos os testes são orientados pelo Behavior Driven Development (BDD), uma metodologia ágil de desenvolvimento que tem como objetivo aproximar todas as partes do projeto. Escrito de modo simples, em linguagem gherkin, o BDD se apresenta de maneira amigável inclusive para pessoas não programadoras.

Simplificando, o BDD nada mais é do que um guia para os testes manuais e automatizados com o qual o QA descreve os cenários utilizando a estrutura “Dado, Quando, E, Então”. Veja um exemplo:

BDD escrito utilizando o software Cucumber

As automações só são utilizadas quando há viabilidade, ou seja, nem todo teste pode ou deverá ser automatizado. Esse é o caso de algumas API’s que cobram pela quantidade de vezes em que são acionadas e, por isso, devem ser testadas manualmente.

Fica a cargo do profissional de testes efetuar várias análises para validar a aplicação da automação. Após ser constatada a viabilidade, a automatização deverá ser empregada visando a redução do tempo de entrega e quantidade de bugs.

Ao simular o comportamento humano a automação garante um baixo índice de erros nas funcionalidades do assistente virtual. Além disso, a economia de tempo abre espaço para que outros processos sejam realizados na mesma sprint.

Automatizando os testes do projeto, principalmente na etapa de homologação, há diminuição da quantidade de erros humanos, aumenta a segurança e a confiabilidade das funcionalidades, além de obter uma documentação detalhada em forma de relatórios e vídeos. Dessa maneira, falhas que poderiam prejudicar a imagem da empresa serão evitadas.

Tenha sempre em mente que os QA’s são os Guardiões da Qualidade, os verdadeiros protetores das regras do seu negócio. Converse com o profissional de qualidade da squad do seu projeto, e saiba mais sobre o mundo de economia, eficiência e eficácia da automação de testes.

Inteligência Artificial, Desenvolvimento e UX para Assistentes Virtuais.

Inteligência Artificial, Desenvolvimento e UX para Assistentes Virtuais.